Chefe da Renault no descarta Palmer em 2018: "Est nas mos dele"

A vida de Jolyon Palmer não está fácil em 2017. O inglês ainda não conseguiu marcar sequer um ponto na temporada, enquanto o companheiro de equipe Nico Hulkenberg tem 26. Ameaçado pela volta de Robert Kubica, Palmer recebeu uma garantia da direção da Renault que estará no cockpit do carro francês no GP da Bélgica. Em entrevista ao site "Autosport", Cyril Abiteboul, chefe da escuderia, ressalta que caso melhore na segunda metade da temporada, Jolyon poderá seguir por mais um ano na Renault.

- Sinceramente, se ele conseguir virar a situação, algo que fez ano passado, estamos completamente abertos a um futuro entre o time e Jo(lyon) por mais um ano. Estabilidade seria bom para o time. É o que queríamos ano passado, como Nico chegou, não queríamos mudar os dois pilotos. As coisas ainda podem funcionar a favor de Palmer, está nas mãos dele.

 
Palmer ainda no conseguiu passar ao Q3 em 2017 (Foto: Getty Images)Palmer ainda no conseguiu passar ao Q3 em 2017 (Foto: Getty Images)

Palmer ainda não conseguiu passar ao Q3 em 2017 (Foto: Getty Images)

Palmer está em seu terceiro ano com o time francês, sendo um como piloto de teste e dois como titular. Na temporada passada, marcou apenas um ponto, na Malásia, ao passo que Kevin Magnussen, então companheiro de equipe, acumulou sete. Em 2017, Jolyon tem sido constantemente superado por Hulkenberg nas classificações, e sequer conseguiu passar para o Q3, enquanto o alemão foi seis vezes ao estágio decisivo do treino.

- Vimos coisas ótimas com Jo, tanto durante os testes de inverno, durante a temporada, durante treinos. Ele é capaz de tirar um bom ritmo do carro, fazer um ótimo trabalho, dar uma boa resposta à equipe e ser bastante comprometido. Ao mesmo tempo, temos visto um mix de erros, oportunidades perdidas, e claramente ele tem sido atrapalhado pela confiabilidade, que anda pior do lado dele da garagem (do que para Hülkenberg).

 
Kubica segue como principal ameaa ao cockpit hoje ocupado pelo ingls (Foto: Getty Images)Kubica segue como principal ameaa ao cockpit hoje ocupado pelo ingls (Foto: Getty Images)

Kubica segue como principal ameaça ao cockpit hoje ocupado pelo inglês (Foto: Getty Images)

Além do desempenho ruim, tanto em classificação como nas corridas, Palmer tem sido vítima de infindáveis rumores sobre possíveis pilotos cotados a assumir seu lugar no cockpit da Renault. A maior "ameaça" está em torno de Kubica, que, inclusive, testou o carro atual da equipe francesa na última semana durante os testes coletivos em Hungaroring. Abiteboul afirma que tem trabalhado para blindar o inglês quanto aos boatos, dando a garantia da confiança do time no trabalho feito por ele.

- O que essa mistura criou foi falta de confiança nele mesmo e de capacidade para focar apenas nas dificuldades de um fim de semana. Essa falta de confiança começou a formar uma bola de neve que fez a situação chegar até onde está agora. Estou realmente tentando proteger e afirmar para Jo quase que todo dia que ele tem confiança e suporte da equipe - para recriar a confiança dele nele mesmo e em nós. Não é um trabalho de um dia.

Fonte: Globo.com

Contedo Patrocinado:

O NNH o canal de incluso do Jornal Notcia NA Hora, com acessibilidade aos leitores de tela, permitindo uma navegao fcil e intuitiva para os cidados com deficincia visual. Se voc conhece uma pessoa cega ou de baixa viso, por favor, indique este jornal. Nosso trabalho tem o apoio da Feder, Federao dos Deficientes de Rondnia, da Arjore, Associao Rondoniense de Jornais Eletrnicos e do Simpi, Sindicato das Micro e Pequenas Indstrias de Rondnia.

 

Voltar para página anterior